Cinema

How Green Was My Valley

Memory… Strange that the mind will forget so much of what only this moment has passed, and yet hold clear and bright the memory of what happened years ago; of men and women long since dead.

1941 - How Green Was My ValleyJá estava difícil encontrar na programação coisas que me parecessem boas. A maioria dos filmes caia na mesmice de “adolescente que descobre sua opção sexual”, “minoria luta contra a opressão”, “como é duro viver no terceiro mundo”, sem falar nos documentários sobre assuntos que não interessam a ninguém.

Aí, resolvi arriscar numa parte da Mostra que é de cópias restauradas de filmes antigos.

Nas minhas fuçadas no Letterbox, eu já montei um watchlist gigante. Vou levar, ao menos, quinze anos para ver tudo aquilo. Isso se viver o suficiente.

Eu listei lá todos os filmes do Hitchcock, do Chaplin, do Woody Allen, os principais do Bergman, os vencedores de Palma de Ouro, os indicados a Oscar de melhor filme, os que têm trilha sonora do Morricone, todos os listados nos “1001 Filmes que Você Precisa Assistir Antes de Morrer”, os mil e um mais bem avaliados do Top10ner (nem sei o que é isso), mais um monte de coisas que eu vi e me interessei em marcar para depois ver. Estou achando insano. Minha lista tem mais de dois mil e quatrocentos filmes para ver.

Este aqui é estava nessa lista e eu aproveitei a oportunidade para assistir no cinema, já que não encontro no NetFlix nem na locadora. Bonzinho, viu?

Men like my father cannot die. They are with me still, real in memory as they were in flesh, loving and beloved forever. How green was my valley then.

How Green Was My Valley (1941) – trailer

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s