Uncategorized

Neblina

Então, é disso que eu me lembro, da neblina. Eu estava com frio e era noite. Estranho sentir frio em um sonho, eu acho, mas eu sentia. Eu ia bem devagar, com medo de fazer uma besteira. Não dava para enxergar nada. De quando em quando, via uma luz, farol ou freio, à minha frente. A luz estava acesa, me ensinaram fazer isso para me verem melhor. Tinha música no rádio. Um rock alto é zoado que tentava fazer mais barulho que o ar condicionado do carro. Acho que eu estava acompanhado mas eu não sei. Não olhei à minha direita, nem para trás. Eu só olhava para a frente, tenso, com muita atenção, debruçado sobre o volante, e para o retrovisor à minha esquerda, esse era inútil porque estava todo escuro. Eu tinha sono, estava cansado. Não, não sei para onde ia. Não faço ideia. Mas eu acho neblina uma coisa tão linda!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s